Quando eu começei a usar o Linux-Ubuntu.

Onde tudo começouA exatas 111 semanas atrás, eu criei coragem de formatar meu antigo PC, que na época o sistema operacional era o Windows Vista, sim o Windows Vista. Não me orgulho nem um pouco disso, mas eu era leigo quando eu ganhei meu primeiro computador. Estava bom de mais no começo, até que começou a travar muito ele, meu computador tinha 1GB de ram e 160 de HD e com isso começei a pesquisar sobre como resolver isso, até que entrei em um fórum, que não lembro o nome, que falava sobre o Ubuntu, que ele era leve etc.

Então começei a pesquisar como eu faria para instalar ele e logo vi que eu precisava de um CD, só que meu driver de CD/DVD estava quebrado e isso me desaminou um pouco e logo desisti da ideia.

Foi quando eu começei a fazer um curso de verão na USP, Introdução a Programação, que foi meu primeiro curso lá, fiz junto com um primo(de consideração) e ele já usava Linux a um tempinho e conversa vai conversa vem, ele comentou que dava para instalar o Linux com um Pen-Drive e logo despertou minha vontade de querer instalar novamente. Logo, Começei a pesquisar bastante de como eu iria fazer, li vários e vários tutoriais na internet sobre isso, até que achei um bom e resolvi seguir.

Lembro que primeiro era necessário instalar um programa chamado Lili USB Creator, que eu recomendo ainda. Segundo passo era ter um pen-drive de no minimo 4GB, então eu peguei um que tinha umas fotos e formatei, mais tarde tive problemas por conta disso hehe. Em seguida começei o processo, era fácil, bastava fazer o Download da .iso do Ubuntu, que na época a última versão era a 12.10, plugar na entrada USB(claro) e depois seguir o que o Software pedia. Poucos minutos depois, lá estava eu todo feliz com o pen-drive bootavel.

E lá estava eu pesquisando novamente para saber como eu faria para rodar aquilo, logo descobri que tinha que acessar pela BIOS, pronto, já estava eu todo cagado com medo de fazer merda no computador, mas não desisti, segui com o processo de instação e consegui formatar :).

Foi amor a primeira vista, sistema muito rápido, mesmo eu tento apenas 1GB de ram na minha máquina, interface linda e muito prático. Logo resolvi começar a instalar programas e vi que não era igual ao Windows…next next next e o programa já instalava e por cima tinha os brindes que, literalmente, fodia com o navegador e PC hahaha.

Foi mais um dos motivos que passei a gostar mais ainda do Linux-Ubuntu, era possível fazer de tudo somente pelo terminal, eu achava aquilo muito foda e divertido. Outra coisa que descobri logo, ele era/é um sistema totalmente seguro, não precisa nem de anti-vírus. 90% dos software são de graça. Qualquer um pode criar sua própria distribuição baseada no Kernel do Linux, por ele ser totalmente open-source. A única desvantagem em relação ao Windows que eu vi, são os jogos, existem poucos jogos para a plataforma Linux.

Para quem ainda não conhece o Linux, eu recomendo fazer uma pesquisa, mas eu pretendo fazer um post escrevendo sobre distribuições, comunidades etc…Caso queira esperar 😉